sábado, 26 de junho de 2010

Plano de Aula

PLANO DE AULA
EDUCAÇÃO FISICA


Dados de Identificação:

Escola: Educação de Jovens e Adultos
Professor(a): Dione Gauto e Roseli Bek
Turma:       Série: 4ª  

Objetivo Geral: Favorecer a integração e a construção do conhecimento através do lúdico, utilizando-se do corpo em movimento, e tendo os jogos cooperativos como elemento chave para traçar indicadores que revelem o perfil da turma, bem como suas habilidades específicas, que poderão indicar alunos portadores de altas habilidades. 


Objetivo específico:
ü      Trabalhar a psicomotricidade envolvendo cérebro e músculos, permitindo a evolução no plano do pensamento e motricidade;
ü      Pontuar ritmo, lateralidade, equilíbrio e unidade, observando a inteligência corporal-cinestésica;
ü      Realizar atividades que envolvam rapidez escuta, seqüência e raciocínio estabelecendo o conhecimento de seu próprio corpo e do que ele permite.

Método:
O método utilizado acontecerá a partir do lúdico, onde o jogo é transformado em instrumento pedagógico; um meio de ensino onde o prazer faz com que seus participantes explorem seu corpo e suas atitudes e atitudes dos que com eles jogam.
Aspectos essenciais para a formação humana serão levados em conta em cada atividade, através da escuta, do falar, do desenvolvimento e do aprendizado dirigido.
            Não provocar a exclusão é um ponto chave nos jogos cooperativos, despertar valores que não marginalizem o colega em suas características corporais e habilidades motoras é o mesmo que permitir que a diversidade de situações não possa encontrar lugar maior do que o prazer de brincar e aprender.
            O método utilizado também levará em conta a percepção de cada jogador, em suas estratégias, ou seja, maneiras de dar solução a tarefa que deverá realizar, contemplando as inteligências múltiplas.

Recursos: Duas bolas, 04 bambolês, uma corda, um aparelho de CD.


ORGANIZAÇÃO PROGRAMÁTICA DO TEMPO DE AULA

Tempo de aula: 45min.

Parte Inicial: 10 min.

Rodinha Social: apresentação das atividades, combinações gerais sobre, comportamento esperado da turma e motivação.

Aquecimento: Exercícios de reconhecimento do corpo através de movimentos rotativos e de uma pequena corrida em volta do campo.


Parte Principal: 30 min. – Trilha do despertar

            Atividades: Circuitos

Parte Final: 05 min.

Atividade: de volta à calma – Relaxamento – Dança da vida

Rodinha Social: Questões relativas ao comportamento e grau de satisfação das atividades      realizadas por parte dos alunos.

1ªTarefa: Jogo de Imaginação – Inventar uma história com estes personagens: um cachorro, um gato, uma formiga e um cavalo.
Tempo máximo: 05 minutos

Objetivo desta tarefa: Dentro das inteligências múltiplas exercitar a inteligência lingüística possibilitando aos sujeitos envolvidos a tarefa prazerosa de um jogo criativo onde o vocabulário será ampliado desenvolvendo a sensibilidade através da fluência verbal.

Jogo cooperativo todo o grupo ajuda a construir a história e combinam como contar.

2ª Tarefa:
O grupo se divide em duplas; as duplas permanecem distantes uma das outras, sendo que cada dupla deverá se colocar um na frente do outro com espaço de 10 passos cada um. Ao comando do facilitador, ao soar o apito o jogo inicia. A tarefa consiste em jogar a bola ao colega da dupla com a mão direita por cima e logo depois com a mão esquerda por baixo, quando os dois tiverem feito o exercício será passada a bola para a dupla ao lado, repetindo o exercício. Ganha os pontos a equipe que terminar primeiro sem esquecer as combinações do jogo. O jogo acontecerá em silêncio, sem comando de voz.

Objetivo: Trabalhando a psicomotricidade, ou seja o corpo em movimento. Envolvendo cérebro e músculos fazendo com que o indivíduo evolua no plano do pensamento e da motricidade.

3ª Tarefa:
No primeiro momento os dois grupos serão convidados a ouvir uma música, e depois deverão utilizar-se dela para preparar uma coreografia onde todos serão contemplados com os mesmos passos.

Objetivo: Trabalhar ritmo, lateralidade, equilíbrio e unidade. Dentro das altas habilidades observar os indivíduos buscando diagnosticar habilidades especiais na apreciação e ritmo em relação a inteligência  corporal-cinestésica.

4ª Tarefa:
Cada grupo receberá um envelope contendo o mesmo número de peças de um quebra cabeças. Junto com as peças o grupo visualizará por algum tempo nas mãos do facilitador a figura que precisa ser montada.
O grupo que terminar primeiro ganhará os pontos.
Objetivo: Trabalhar a capacidade de orientação no mundo físico através da inteligência espacial.

5ª Tarefa
Os dois grupos receberão a tarefa de dar continuidade a história que será contada, oferecendo uma resolução ao problema apresentado. Nesta tarefa os dois grupos terão o mesmo número de pontos a ser estabelecido pelo facilitador por terem se envolvido para resolução de um problema.
Objetivo: Trabalhar a inteligência interpessoal, de olhar o outro e buscar resolução de problemas que podem surgir. Exercitar e pontuar lideranças no pequeno grupo.
Obs: A história problema será desenvolvida no momento da tarefa pela facilitadora.

6ª Tarefa:
Os grupos deverão realizar as atividades conforme a ordem estabelecida pelo facilitador, prestando atenção ao número de exercícios que deverão ser realizados.
1.     Exercício com corda: enquanto a corda estiver suspensa quatro componentes do grupo deverão passar correndo sem que a corda toque neles;
2.     Exercício com a bola: formando um zique-zague corporal a bola deverá ser passada rapidamente (tanto quanto o grupo conseguir, respeitando o limite de cada um), sem deixar que a bola caia,  se cair deverá iniciar novamente esta tarefa até conseguir;
3.     Todo grupo deverá fazer o caminho dos bambolês pulando com as duas pernas como canguru;
4.     Retornando a corda, desta vez pulando,  três componentes do grupo deverão exercitar-se contando 10 pulos sem parar, sendo que pecisará retornar o grupo que bater na corda.

Objetivo: Realizar atividades para desenvolver a coordenação motora grossa.



 Referências Bibliográficas:
MARQUES, Marcelo. Os Jogos Cooperativos como um caminho para a Educação Física Escolar e o desenvolvimento Psicossocial.
FILIPOUSKI, Ana Mariza Ribeiro. Teorias e Fazeres na Escola em Mudança. Ed. UFRGS. 2005.
BRASIL, Secretaria de Educação Especial. Area de Altas Habilidades. Brasília.MEC/SEESP, 1995. 
VALLA, Victor Vincent. Construindo a resposta à proposta de Educação e saúde. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário